Para quem nos acompanha, outro dia estávamos falando do novo design no site e aplicativos do YouTube e para nossa não surpresa, parece que vem muito mais por ai.

A exemplo disso, o YouTube acaba de estrear talvez sua maior reforma desde sua criação.

O logo icônico da empresa recebeu uma atualização, retirando o destaque da palavra “Tubo” para o destacar o botão play. O logotipo atualizado consiste no consagrado ícone do YouTube (um tubo vermelho com um botão de “play” em branco) seguido de seu wordmark* “YouTube” em preto. O logotipo também possui um novo tipo de letra e esquema de cores.

De acordo com a empresa, o novo logotipo permite um design mais flexível que funciona melhor em uma variedade de dispositivos, mesmo nas telas mais pequenas. Isso ocorre porque, quando o espaço é limitado, por exemplo em smartphones, o ícone iluminado pode ser usado como um logotipo abreviado, que pode ser visto com mais facilidade.

O novo logotipo e ícone fazem parte de um conjunto de novos recursos que a empresa diz revelar nos próximos meses, destacando sua evolução desde sua criação há 12 anos. Pensando nisso, é bom destaque que o YouTube já não é mais apenas um site, dento um conjunto de aplicativos diferentes que abrangem diversos públicos, desde fãs de música e amantes de TV até jogadores.

“… Vamos trazer um novo nível de funcionalidade e um olhar mais consistente em nossas experiências de desktop e móveis”, disse Neal Mohan, Diretor de Produto do YouTube.

O aplicativo está obtendo uma série de novos recursos também, incluindo um redesign mais limpo, onde o cabeçalho agora é branco e as abas de navegação foram movidas para a parte inferior. Isso torna as abas mais fáceis de alcançar com seus polegares.

O aplicativo também apresentará vários controles de reprodução, incluindo um que use gestos. No futuro, você poderá pular entre vídeos com apenas um deslize do dedo, deslizando para a esquerda para assistir o vídeo anterior, ou para ver o próximo.

 

Vamos aguardar, porque as mudanças do YouTube são esperadas e bem vindas para continuarmos a substituir o modo de ser ver televisão que tínhamos no passado.

Comentários